Ele não sabia o que estava a fazer, estava talvez a sonhar acordado, pelo menos como os seus olhos divagavam naquele momento. Alguém lhe chamou a tenção, e assim, regressou á mesa de café, onde estava, acompanhado, acompanhado pelo grande amor da sua vida. No cimo da mesa estavam as coisas do costumo, duas chávenas de café, já vazias, um maço de tabaco já quase vazio, e o bom velho telemóvel.

Ela ainda lhe tentava impor a ideia de que o tabaco mata, ele sabia disso,, ela pensava que não. E, ele, já tinha tentado mais que uma vez largar aquele vicio, a terrível nicotina.

Ela falava, e ele, ele perdia-se nas palavras. Não conseguía deixar de pensar em parar tudo aquilo naquele momento, e sair daquela caverna, com a Amada no colo, debaixo de toda aquela chuva, e tanto ele como ela, ensopados que nem duas daquelas amarelas esponjas que se usam na cozinha, beijá-la, sentir os lábios dela juntos aos dele. No final, não a levou ao colo, pagou-lhe o café e beijo-a, intensamente, apaixonadamente.

Mas acabou por acordar, abriu os olhos e viu o tecto do seu quarto. Para seu desalento tudo não passara de um sonho. Mais uma vez sentiu-se abalado por tudo ter acabado assim. Com o seu olhar preso ao tecto do quarto.

9 comentários:

A Túlipa disse...

=]. Primeiro axei: "olha um menino simpático".
Agora axo: "olha um menino simpático que sabe escrever!"
bj

Constança disse...

Eeeeh... Essa da esponja da cozinha é que não calha aí nada bem, sôr João... :D

JoaoR disse...

túlipa: Assim também fico envergonhado . bj

constança: era para "quebrar a tensão".

Joaninha disse...

Estou com a Constança, oh João! x) Então no meio de uma cena à blherc movie, metes lá um comentário sobre as esponjas da loiça? Ao menos sabes que existem esponjas da loiça... Já não é mau. :P

Fora isso, está bonitinho. :D

Simplesmente eu... disse...

Já fui aos dois blogs para k escreves... faço o comentário aqui para que saibas k retribui a visita...
O Post tá mta fixe!
Fica bem

Constança disse...

Pois, para quebrar a tensão até que funciona. :D

Retalhos de Sonhos disse...

Gostei da parte '' e viu o tecto do quarto ''

Quantas vezes vez o tecto do quarto Joao ? :X

Joana disse...

Gostei muito deste textos, gostei da descrição, da esponja da louça e do sonho.

beijinhos

cacau disse...

escreve muito bem, o menino :) parabéns!

tens um fetiche qualquer com a chuva... este ano tás com azar, chuva nem vê-la...

bj

Enviar um comentário