Dia Mau - Ornatos Violeta (c/ explicação)


Dia Mau - Ornatos Violeta

Não quis guardá-lo para mim
E com a dimensão da dor
Legitimar o fim
Eu dei
Mas foi para mostrar
Não havendo amor de volta
Nada impede a fonte de secar
Mas tanto pior
E quem sou eu para te ensinar agora
A ver o lado claro de um dia mau

Eu sei
A tua vida foi
Marcada pela dor de não saber aonde dói
Mas vê bem
Não houve à luz do dia
Quem não tenha provado
O travo amargo da melancolia
E então rapaz então porquê a raiva
Se a culpa não é minha
Serão efeitos secundários da poesia

Mas para quê gastar o meu tempo
A ver se aperto a tua mão
Eu tenho andado a pensar em nós
Já que os teus pés não descolam do chão
Dizes que eu dou só por gostar
Pois vou dar-te a provar
O travo amargo da solidão

É só mais um dia mau

/---------------------------------------------\

Porque todos nós passamos por dias maus! Em que nada nos parece salvar, em que nada parece voltar ao que era. E, no final é apenas mais um dia mau, como muitos que já passaram e muitos que virão. Para mim, das melhores <3

PS: Parece que houve alguém que voltou das cinzas, tal e qual Fénix: Retalhos de Sonhos

6 comentários:

seni disse...

A minha música preferida de Ornatos (também é a única que toca em replay xD).

Beijinhos.

Pérola disse...

Sim há dias maus, que nos fazem dar mais valor aos bons.

Bjs.

MalucaResponsavel disse...

(ver notícias na TVI nao é complicado, é impossível..) acho q nc ouvi. tnh de sacar...bj

guardanapo branco disse...

os ornatos são assim, uma especie de desencriptador da alma...


=)

Maria João disse...

Gosto muito dos Ornatos! E há que fazer uma homenagem a esses dias que tantas vezes teimam em preencher a nossa vida!! ;)

Maria Cardeal disse...

Gosto do verso: "A tua vida foi marcada pela dor de não saber aonde dói".

Têm versos fantásticos, gosto de os usar como frases soltas no meu blog...

Enviar um comentário